Editorial 5 de setembro de 2017

Companheiros, o Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST), entidade que congrega 21 confederações e representa mais de 80 milhões de trabalhadores lança, hoje, 5, em Brasília, a campanha Movimento Resistência Por Um Brasil Melhor contra as antirreformas do governo Temer. Nos próximos meses, os organizadores do movimento farão várias ações de protesto em todo o país contra a implementação da reforma Trabalhista, contra a aprovação da reforma da Previdência, e, principalmente, ações de conscientização dos trabalhadores sobre os riscos e prejuízos que essas mudanças trarão na vida de cada um de nós. Paralelamente, os organizadores irão recolher assinaturas da população para apresentar um projeto de lei de iniciativa popular na Câmara dos Deputados revogando todas as reformas do governo Temer. Indiscutivelmente, um movimento importante, porque além de marcar uma posição política e expressar o repúdio dos trabalhadores contra essas reformas traíras do governo, ele servirá, também, de elemento detonador de uma onda de protestos pelo país a fora.  Até porque já passou da hora da classe trabalhadora sair da inércia e levantar a cabeça. Temos que sacudir a poeira, dar a volta por cima e partir prá luta e mostrar a este governo impopular e moribundo que não aceitaremos, passivamente, a retirada de direitos históricos conquistados há décadas com muita luta, valentia e a própria vida de companheiros que nos antecederam nessa batalha. Pensem nisso e tenham um bom dia.

*Eusébio Pinto Neto – presidente da Fenepospetro 

porn Porn